Selecione a sua região:

 

Comunidade pede socorro para ter acesso à água potável, Purificador de Água é ideal

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Comunidade do Pantanal de MS recebe doações e campanha para construir mini usina para tratamento da água

As queimadas e a seca no Pantanal, que ocasionaram na baixa do nível do rio Paraguai, estão causando prejuízo as famílias que moram na comunidade da Barra do São Lourenço, localizada a 223 quilômetros de Corumbá. A realidade é uma água poluída, dificultando a vida das 25 famílias que não possuem purificador de água, cerca de 110 pessoas que ali vivem. Diante desse cenário, uma campanha do Ecoa (Ecologia e Ação) arrecada fundos para a construção de uma mini usina para o tratamento da água.

Até as cinzas das queimadas que atingem o Pantanal poluíram os rios. “É a soma das queimadas e o nível extremamente baixo do Rio Paraguai, fizeram com que a água não ficasse potável. Ela está muito suja, barrenta e as cinzas das queimadas também estão indo para o rio. Então os moradores não estão conseguindo utilizar essa água, que é a fonte que eles tem para o consumo, tomar banho, cozinhar”, destaca jornalista e ambientalista, Silvia Santana.

Diante da situação, pelos dias que estavam se tornando cada vez mais difíceis para as famílias da comunidade, a ambientalista realizou uma campanha e conseguiu arrecadar mais de R$ 8 mil. “As crianças da comunidade já estavam sofrendo, com diarreia, com vômito”, completa.

Shopping Cart
× Como posso te ajudar?