Tempo seco requer cuidados redobrados com a saúde

Durante o Inverno, quando a umidade do ar cai de forma significativa, é comum o aumento de problemas respiratórios, dores de cabeça, irritações na pele, nariz e olhos, entre outros. Por isso, é preciso redobrar os cuidados e quem faz o alerta é o médico otorrinolaringologista do Santa Casa de Mauá, Thiago Brunelli Resende da Silva.

Tempo seco requer cuidados redobrados com a saúde. De acordo com ele, é preciso beber água com frequência, em especial crianças e idosos, para manter o corpo hidratado, já que nesta época do ano, a garganta tende a ficar mais seca, a voz rouca e, inclusive, há possibilidade de inflamações na faringe. Além da água, é importante também aumentar o consumo de frutas naturais e verduras e evitar ambientes fechados e aglomeração de pessoas.

Outro apontamento do especialista é realizar atividades físicas com regularidade, evitar o tabaco e ter noite de sono bem dormida. “O clima seco pode trazer interferências sérias ao organismo, por conta do acúmulo de partículas no ar, como poeira e poluição, que pioram e favorecem a proliferação de doenças pelas vias aéreas. Entre os sinais de que algo não funciona bem com o organismo estão pele ressecada, sangramentos nasais, dores pelo corpo, febre inespecíficas, fadiga e cefaléia. Por este motivo, se surgir qualquer um desses efeitos colaterais, recomenda-se buscar um especialista”, explica o médico.

Fonte da notícia

Compartilhe: