Rompimento de adutora não tem relação com captação de água

Aruptura de uma adutora no Lago Norte, no Distrito Federal, na tarde deste sábado (2) não tem relação com a obra de captação de água do Lago Paranoá – inaugurada em outubro, a poucos metros de distância –, segundo o governo. Ao G1, neste domingo (3), a Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) afirmou que o problema foi em uma “peça antiga”, e foi resolvido no fim da manhã.

Com a quebra da adutora, uma “cascata” de vários metros de altura se formou às margens DF-479, entre o Paranoá e o Lago Norte. Motoristas que passavam pelo local disseram ao G1 que ficaram impressionados com a força da água, que chegava a alagar parte da pista.

Segundo a Caesb, a informação sobre o rompimento chegou às 17h15, e o bombeamento foi interrompido “imediatamente”. Por volta das 19h30, a TV Globo mostrou, ao vivo, que a coluna de água arremessado pelo vazamento ainda atingia a mesma altura verificada no fim da tarde (veja acima).

Questionada, a Caesb afirmou que isso acontecia “em razão da pressão e da água acumulada nos canos”, mesmo que o registro tivesse sido fechado. O total de água lançado pela fenda na adutora não foi calculado pelo órgão, e a vazão da estrutura não foi informada ao G1.

Fonte: https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/rompimento-de-adutora-nao-tem-a-ver-com-captacao-de-agua-no-lago-paranoa-diz-caesb.ghtml

Compartilhe: