Empresa nega vazamento de barragem de rejeitos

Empresa nega vazamento de barragem de rejeitos

A empresa de mineração Hydro Alunorte negou nesta quarta-feira (21) o vazamento ou ruptura das barragens de rejeitos de bauxita localizada em Barcarena, município distante 100 quilometros da capital. Moradores da vila de Itupanema denunciaram que a comunidade foi alagada por uma água de coloração vermelha no último final de semana.

De acordo com Domingos Campos, diretor de Meio Ambiente, Saúde, Segurança e Responsabilidade Social da Hydro, mesmo com a chuva forte e ininterrupta que caiu por mais de 12 horas entre os dias 16 e 17, na região de Barcarena, a barragem se manteve firme, intacta e sem vazamentos. O Climatempo confirmou o volume de 200 mm de água no período.

“O que eu posso dizer foi que não houve transbordo ou ruptura. A barragem é projetada para receber excesso de água, que por um sistema de escoamento ela vai caindo em vários níveis até chegar nas caneletas que levam essa água para as bacias de proteção e de sedimentação, que por fim esses rejeitos de bauxita caem para a área de tratamento”, afirmou o diretor.

Sobre a coloração da água que tomou conta das ruas e casas da comunidade de Itupanema, vila há 12 quilômetros de carro da sede da Hydro, Domingos Campos disse que o solo da área é composto pelo mesmo elemento químico presente nas barragens de rejeitos, o que teria causado a preocupação dos moradores com a mistura envolvendo chuva e alagamento.

Clique aqui para ver a fonte da notícia.

Compartilhe: