Consumidores reclamam da água escura e com mau cheiro

Água distribuída pela Cagepa no município está chegando às residências apresentando cor escura, túrbida e com forte mau odor

A água distribuída pela Cagepa no município de Cajazeiras está chegando às residências apresentando cor escura, túrbida e com forte mau odor, causando preocupação nos moradores.

A dona de casa Maria das Dores, que mora em uma casa simples no bairro Fátima Santos, disse que para cozinhar e beber teve que comprar água mineral. “Tem dias que chega igual uma lama”, frisou.

Já o agricultor Geraldo Lopes, que mora no mesmo bairro, garantiu que não falta água na torneira. Porém, o líquido tem chegado impróprio para consumo.

“Tem dias que a gente apara bem dizer lama. Hoje mesmo é um dia em que está suja. Eu compro água mineral para dar pelo menos à criança porque a gente teme beber dessa água”, disse.

O gerente regional da Cagepa, Cleudismar Alexandre (Neném da Cagepa), explicou que a cor e a turbidez foram causadas por um rompimento na adutora de 300 ml do açude Engenheiro Avidos (Boqueirão de Piranhas), e que o mau cheiro é consequência da decomposição da vegetação.

Ele afirma que o problema foi parcialmente solucionado, pois a água já está atendendo à portaria de regulamentação da qualidade na cor e na turbidez, faltando ainda solucionar a questão do mau cheiro, que, segundo ele, será em breve.

Clique aqui e veja a fonte da matéria